terça-feira, maio 20

Leitura dos últimos dias - Parte II

Cláudia Tajes foi uma feliz descoberta num dia de chuva. Vendo TV, parei no Canal Futura (eu acho) para ouvir a entrevista de uma escritora gaúcha muito simpática. Era ela. Dez minutos foram suficientes para substituir, imediatamente, a cama por uma livraria. Isso se eu não estivesse em Patos, é claro. Liguei, então, para minha outra metade que mora em João Pessoa: “Amor, você está no shopping? Não? Quando for, vá até a Siciliano e providencie um livro da Cláudia Tajes pra mim. Qual? Ah, sei lá... Qualquer um... Vou olhar na Internet e te ligo”.

Assim surgiu “A Vida Sexual da Mulher Feia”, que entrou na minha lista em dezembro, mas só agora, morando novamente em João Pessoa, consegui finalmente ler. Por outro lado, foi de uma tacada só. Uma fila de banco e algumas horas no ônibus, indo e voltando do trabalho, foram suficientes.
No livro da Cláudia, o trágico e o cômico caminham lado a lado. É leve e muito engraçado. Ela escreve tão bem sobre o assunto que não parece ser a mulher linda que é.

“(...) Eu sou aquela que muda o cabelo e sempre fica pior, que sai de roupa nova e ninguém repara, que passa festas inteiras fingindo que dança com os amigos, quando na verdade está dançando sozinha (...)”

Tajes, Cláudia. A Vida Sexual da Mulher Feia. Rio de Janeiro: Agir, 2005.

4 comentários:

Renato disse...

Faltou só falar do blog dela, né?

Larissa Claro disse...

Verdade. É o http://www.saraueletrico.com.br/blogs/claudia/#

Bruno R disse...

puxa, dá pena esse trecho...

mas tipo, tu ja ouviu falar de submarino, fnac..? :P

sem falar q em Patos tem livraria, ora. Eu vi!

Bruno R disse...

Vc tem q conhecer melhor Braulio Tavares, po. http://mundofantasmo.blogspot.com/

E fazendo um leve esforço eu posso imaginar quem foi a figura q nao mereceu o tal esforço :P