segunda-feira, fevereiro 19

Sem confetes e serpentinas...

Pois é, assim tem sido o meu Carnaval, ou melhor, meu feriado, porque chamar isso de Carnaval é exagero. Pra você não achar que esse lamento é descabido, aviso aos navegantes que no último domingo e nesta terça-feira de Carnaval, 18 e 20, eu estive/estarei de plantão no Sesc Gravatá, para fazer cobertura de foto e vídeo (mais uma vez) do Carnaval dos comerciários.

Para agravar a situação, aquele que se diz meu namorado inventa uma viagem para o Rio de Janeiro (pois é, RIO DE JANEIRO) justo nessa época e me deixa aqui sozinha... Merece ou não merece uma greve daquilo? (É! Disso mesmo que você está pensando)

Ligo a TV: escolas de samba! O rádio: marchinhas de Carnaval! O MSN: todo mundo offline! O Orkut: fotos substituídas pela frase ‘Fui para Olinda’! Ninguém me liga, ninguém me quer, ninguém me chama de Baudelaire... :(


Um dos carros abre-alas da Mangueira: homenagem ao modernismo brasileiro

Bom, ontem eu não agüentei a pressão e, enquanto a Mangueira desfilava (colorida e, também por isso, linda!), eu levantei do sofá e fiquei sambando sozinha na sala de casa. Deplorável, eu sei. Mas o ser humano tem dessas coisas...



Acabei lembrando de uma viagem que fiz com Carol, Dayse e Mirthis ao Rio, em setembro de 2005. Fomos até a quadra da famosa Estação Primeira de Mangueira e sambamos pelos próximos dez Carnavais. Isso com direito a desfile de mestre-sala e porta-bandeira, passistas, baianas e, claro, parte da bateria da Mangueira. Talvez isso tenha me confortado um pouco e me mantido serena, capaz de não abusar do chocolate ou ter ataques de histeria.

Por fim, vou ficar aqui, curtindo o auge da minha melancolia em companhia do Bloco do Eu Sozinho. Afinal, todo Carnaval tem mesmo seu fim...

5 comentários:

Bruno disse...

tu viu a mangueira entrando? :P

Aquele que se diz o namorado em questão disse...

Eeeeeeeiii! Que acusação mais descabida! E ainda sou ameaçado em público! E eu lá, todo preocupado em conseguir um presente Amélie Poulain...

Manu disse...

hahahahahahaha
mulherzinha, desculpa mas tou rindo ate agora! Bichinha!
Se serve de consolo, estou sem carnaval ha 7 anos...
E ca entre nos, eu acho que voce deve fazer greve daquilo mesmo!
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
Renatinho, fofo, eu te amo! MAS.....
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
Beijocas

Diana disse...

Ai, amor de mi vida, que lástima! Meu carnval foi imerso em cerveja, maisena, frevo e um 'mago' lindo. Fiquei te imaginando sozinha, sambando naquele teu apartamento sob medida (leia-se: mínimo). Pelo bem, pelo mal, vc protagonizou uma cena hilária no carnaval (sacou a rima profissa?).

Bora sair ou marcar algo, caray.

Caroline disse...

Laaaaaaaaaaaaaa!!
Que lembrança alegre!!
Nossa! Eu tava bem mais magra e com o cabelo maior... snif!! :(
Lamento pelo seu carnavalzito, mas melhores virao. Rio 2008? ;)
Beijoooooooo